Depois de quase dois anos de negociações, o Newcastle United, que disputa a Premier League, foi comprado por um fundo de investimentos da Arábia Saudita. O grupo é liderado por Mohamed Bin Salman, que possui uma fortuna que beira  a casa dos 400 bilhões de euros.

Com isso, a tendência é que o clube receba altos investimentos e volte aos tempos de glória. E, já para a janela de janeiro, de acordo com o The Sun, o clube deve ir em busca de grandes nomes.

 

Contudo, além de novos jogadores, injeções de orçamento e novos patrocínios, a diretoria da equipe também busca um novo técnico para assumir a equipe e comandar o elenco dentro de campo neste processo de reestruturação.

Conte recusa abordagem do Newcastle

Michael Regan/Getty Images

Contudo, parece que encontrar um novo comandante não será tão simples, já que ontem (09/10) após abrir conversas com o italiano Antonio Conte, a diretoria do Newcastle recebeu de prontidão um não do técnico, que afirmou o desejo de ingressar em uma equipe que tenha como objeção de vencer a Champions League a curto prazo e não supervisionar a transformação de um clube pequeno a potencial candidato.

A informação oriunda do The Sun cita que Conte seguirá sem treinar nenhuma equipe até uma proposta de seu agrado chegar. Em contrapartida, o Newcastle ainda tem outros nomes cotados para assumir o cargo que atualmente pertence a Steve Bruce, sendo o principal deles o nome de Steven Gerrard, que vem se destacando sob o comando do Rangers da Escócia.