Saiu vaiado

O técnico Luiz Felipe Scolari, conhecido como Felipão, demonstrou serenidade diante dos xingamentos direcionados pela torcida do Atlético-MG durante o empate por 1 a 1 contra o América-MG, em um clássico válido pelo Campeonato Mineiro.

Apesar de ter sido alvo de ofensas em pelo menos dois momentos do jogo, Felipão não se abalou e manteve a cabeça no lugar durante a entrevista após a partida.

Felipão deveria deixar o comando do Atlético Mineiro?

Felipão deveria deixar o comando do Atlético Mineiro?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

O treinador falou sobre o tratamento recebido, considerando-o parte do jogo, já que os torcedores pagam ingresso e têm o direito de se manifestar. No entanto, ele ressaltou que fora de campo ele não aceita esse tipo de comportamento, pois é uma pessoa comum.

“É natural. Eles (torcedores) pagaram, fizeram a parte deles, escolhem o que vão dizer a mim. Eles pagam para isso. Quando não pagam para isso eu não aceito. Sou uma pessoa fora de campo, não aceito. Aqui aceito qualquer coisa. Fora de campo não aceito, não, sou uma pessoa normal, comum”, disse.

Problema com torcedor

O treinador também comentou sobre um episódio anterior, em que teve um desentendimento com um torcedor na chegada da equipe em Belo Horizonte. Ele foi defendido pelo novo diretor executivo de futebol, Victor, que afirmou conhecer o caráter e os valores de Felipão.

Felipão destacou que a melhor forma dos torcedores restaurarem a confiança em seu trabalho é através das vitórias. Apesar do empate, ele considerou que a equipe teve uma boa atuação e que estão no caminho certo.

“No futebol e na vida é isso. Quem vence é visto de uma forma diferente. Tem de ganhar. Estamos fazendo um trabalho para conseguir vencer. Acho que foi um bonito jogo e estou muito satisfeito. Mais até do que, quem sabe, já estive em alguma vitória neste campeonato”, disse.

Com uma postura serena e firme, Felipão reiterou seu compromisso com o trabalho e sua disposição para ouvir as críticas, mantendo o foco em alcançar os resultados positivos para o Atlético-MG.

O que os Fanáticos estão falando?