Problema com a justiça

Cristiano Ronaldo está sob o radar jurídico nos Estados Unidos devido a sua participação em uma campanha publicitária para a corretora de criptomoedas chinesa “Binance”.

Cristiano Ronaldo no Al Nassr

O processo, movido por autores não tiveram suas identidades reveladas, busca uma indenização que ultrapassa os 915 milhões de euros (cerca de R$ 4,9 bilhões).

Você gostaria de ter Cristiano Ronaldo em seu time?

Você gostaria de ter Cristiano Ronaldo em seu time?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

De acordo com informações da “BBC”, os autores do processo alegam que a participação de CR7 na campanha publicitária da empresa chinesa resultou em prejuízos para eles.

Até o momento, tanto a “Corretora Binance” quanto Cristiano Ronaldo não responderam às tentativas de contato da emissora britânica.

Qual o motivo do processo?

No ano passado, a corretora chinesa lançou uma coleção de NFTs (Tokens Não Fungíveis) em parceria com a marca do craque português, que atualmente joga no Al Nassr.

Os NFTs são ativos virtuais que existem apenas digitalmente e podem ser comprados e vendidos. Na época, o jogador português prometia recompensar seus fãs “por todos os anos de apoio”.

A coleção de NFTs, que tinha preços iniciais a partir de 77 dólares, sofreu uma desvalorização ao longo do tempo, chegando a 1 dólar após um ano do lançamento.

Os autores do processo argumentam que a promoção da “Binance” por Cristiano Ronaldo teria causado um aumento significativo nas buscas por criptomoedas.

O que os Fanáticos estão falando?