Seleção Brasileira

Após a derrota do Brasil para a Colômbia, Casagrande expressou sua insatisfação com o trabalho de Fernando Diniz à frente da Seleção Brasileira.

O ex-jogador argumenta que Diniz, apesar de sua ascensão no cenário nacional, não é o técnico ideal devido ao curto período disponível para implementar suas ideias no grupo.

Abel Ferreira seria um bom treinador para a Seleção Brasileira?

Abel Ferreira seria um bom treinador para a Seleção Brasileira?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Casagrande destacou que o estilo de jogo de Diniz, que exige tempo e treinamento consistente, não se encaixa na dinâmica da seleção nacional, onde os encontros com os jogadores são espaçados.

“O Diniz precisa de tempo, mas na seleção não tem esse tempo porque não adianta ter os jogadores para treinar. A cada dois meses pegar um jogador por cinco dias não vai funcionar. Os caras vêm de um jogo posicional e um esquema tático carregado do futebol europeu”, afirmou Casagrande no programa Fim de Papo, do UOL Esporte.

Treinador ideal

Nesse contexto, o ex-jogador sugeriu que Abel Ferreira, seria uma opção mais adequada para o cargo de treinador da seleção. Apesar de sugerir Abel Ferreira como uma alternativa mais experiente, Casagrande reconheceu que uma possível oferta da CBF pode não ser aceita pelo treinador português.

“O Diniz, ficando na seleção definitivamente, não vai adiantar nada. Ele não vai conseguir fazer aquilo que faz no Fluminense porque vai treinar o cara a cada três meses. Eu não que ele não iria aceitar, mas para mim é o Abel Ferreira (técnico ideal). Disparado!”, completou.

O ex-jogador também apontou erros específicos cometidos por Diniz na partida contra a Colômbia, incluindo a escolha de João Pedro em vez de Paulinho após a lesão de Vinícius Júnior, e a manutenção de Emerson Royal como titular na lateral.

“O Diniz foi muito mal. Foi responsável pela virada da Colômbia. Quando o Vinícius Júnior machucou, não fez sentido colocar o João Pedro. Tinha o Paulinho muito mais experiente. Como você solta um garoto que vestiu a camisa da seleção pela primeira vez contra a Colômbia? O João Pedro ficou perdido. O outro erro gravíssimo: não pode continuar com o Emerson Royal. Quando a bola chegava no Emerson Royal, os caras atacavam com três e era um Deus nos acuda.”, afirmou.

Após a derrota para a Colômbia, o próximo desafio da Seleção Brasileira será contra a Argentina, na próxima terça-feira (21), às 21h30 (horário de Brasília).

O que os Fanáticos estão falando?