Bastidores quentes no Palmeiras

A situação do atacante Dudu no Palmeiras está muito conturbada. O jogador, de 32 anos, que retornou de uma grave lesão recentemente, luta para reconquistar seu espaço no elenco, enquanto se sente triste e desvalorizado.

Segundo informações publicadas pela reportagem do site UOL Esporte, o camisa 7 se vê em uma “guerra” com a presidente do Clube, Leila Pereira. Os estopins foram o pedido de saída para o Cruzeiro, além da possível troca por Gabigol com o Flamengo.

Conforme o site, Dudu vê a dirigente querendo sua saída de “qualquer jeito”. Além disso, o ídolo avalia que a comissão técnica comprou o discurso de Leila Pereira nos bastidores.

A relação com Abel Ferreira

Ainda de acordo com o UOL, Dudu está incomodado, até mesmo, com o treinador. O atacante entende que a relação com Abel Ferreira é extremamente profissional.

Dudu e Abel não têm uma relação ruim, mas o jogador já disse a pessoas próximas que o português não é o melhor técnico que teve na carreira. O preferido de Dudu é Felipão, com quem tinha uma relação muito próxima — de quase pai e filho — e ele se sentia muito acolhido“, explicou o site.

Na sua opinião, Dudu deve deixar o Palmeiras?

Na sua opinião, Dudu deve deixar o Palmeiras?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

O jogador avalia que o discurso da presidente foi comprado internamente no Clube. Ele também se incomodou por não receber nenhum tipo de homenagem em sua volta aos gramados após 10 meses tratando uma lesão grave no joelho.

O contrato de Dudu tem duração até o final de 2025, com opção de renovação automática por mais um ano. A presidente não faz questão pela permanência, mas a diretoria avalia que a situação pode mudar mediante grandes atuações. A torcida, por sua vez, chegou a pedir a permanência do camisa 7 em jogo contra o Bahia.

Fanáticos aquecem debate sobre atacante

Reprodução/X

Reprodução/X