Fluminense

O Fluminense venceu o Santos com autoridade em plena Vila Belmiro. Na noite da última quarta-feira (29), o Tricolor não tomou conhecimento do Peixe e ganhou pelo placar de 3 a 0.

Atuando longe de casa, o time foi escalado com força máxima pelo técnico Fernando Diniz e deu um grande exibição às vésperas da viagem para a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro.

O Fluminense deveria ter entregado para o Santos?

O Fluminense deveria ter entregado para o Santos?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Com gols marcados por Martinelli, Jhon Arias e Germán Cano, o Fluminense construiu um resultado que não mexeu em sua situação no Brasileirão. A vitória, no entanto, pode acabar ajudando um rival.

A derrota deixou o Santos na 15ª colocação com 43 pontos. O time paulista é concorrente direto do Vasco contra o rebaixamento. Os cariocas aparecem na 16ª posição com 42 pontos no momento, um a mais do que o Bahia, que abre o Z-4.

Diniz ‘ignora’ o Vasco e manda real no Fluminense

Durante entrevista coletiva, o técnico Fernando Diniz foi questionado sobre a possibilidade do resultado ajudar diretamente o rival. Em meio à polêmica sobre “entregar” o resultado para o Santos, o comandante discursou pela ética no esporte.

Gostei do time, principalmente o primeiro tempo, em especial os 30 primeiros minutos. Depois poderíamos ter acelerado mais. No segundo tempo o Santos voltou bem melhor, tiveram chance de marcar, não marcaram e depois que passou os 10 primeiros minutos. Fizemos o terceiro gol e poderia ter feito o quarto. De maneira geral fiquei contente com o time“, analisou.

Temos um compromisso muito grande com o futebol e a ética do jogo. Depois da Libertadores nos comprometemos a jogar da melhor forma possível. Nesse momento a gente falou que queria entregar tudo e se preparar para a estreia do Mundial“, acrescentou Diniz.

O próximo compromisso do Fluminense também interessa a outros rivais. No domingo (3), às 16h, o time visita o Palmeiras, que luta pelo título contra Flamengo e Botafogo. Diante dos riscos de atuar no gramado sintético do Allianz Parque, Diniz avalia realizar mudanças na equipe.

O que dizem os fanáticos