Grana nos cofres do Corinthians

O Corinthians vai lucrar com a venda definitiva do lateral-esquerdo Carlos Augusto para a Inter de Milão, da Itália. O clube paulista tem direiro a 60% da mais-valia de uma futura venda do defensor, ex-jogador do Monza, também da Itália.

Em junho de 2023, o Monza emprestou o futebol de Carlos Augusto para a Inter de Milão pelo valor de 4,5 milhões de euros (R$ 24 milhões na cotação da época). O empréstimo entre as partes garantia a compra obrigatória da Inter em caso de classificação para a Champions League 2024-25, o que acabou acontecendo. O acordo entre os clubes é de um valor próximo a R$ 40 milhões.

Corinthians tem time para ganhar a Copa Sul-Americana?

Corinthians tem time para ganhar a Copa Sul-Americana?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Além dos 60%, o Timão também vai receber pela venda do defensor mais R$ 1,5 milhão, diante do mecanismo de solidariedade FIFA, que compensa os clubes formadores dos atletas. A informação é do portal Meu Timão.

Ao todo, o Corinthians vai lucrar R$ 13 milhões pela venda definitiva de Carlos Augusto para a Inter. Em 2020, o clube já havia lucrado R$ 25 milhões junto ao Monza.

Reforços?

António Oliveira entende que é necessário a chegada de mais três reforços para deixar o time do paulista mais competitivo. As prioridades do português são para o sistema defensivo: um lateral-esquerdo e dois volantes.

No mercado, o Corinthians trabalha para tentar atender o pedido do treinador e tem alguns nomes na pauta, como Rikelme, do Cuiabá, e Erick, do Athletico-PR. Caíque, do Juventude, também é alvo.

A janela do futebol brasileiro encontra-se disponível para acordos locais e vai até o dia 19 deste mês. A torcida do Timão espera por reforços, mas nenhuma loucura financeira será feita.

De empate, fora de casa, diante do Racing (PAR), pela Sula, o time de António volta a entrar em campo na próxima terça-feira (9), em casa, diante do Nacional, pela mesma competição.

O que dizem os Fanáticos