Nesta sexta-feira, o Corinthians recebeu o Bahia pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto foi realizado na Neo Química Arena, e o Timão não teve um bom desempenho e acabou sendo derrotado pelos visitantes.

A equipe alvinegra foi derrotado pelo placar de 5 a 1, e acabou se complicando de vez na tabela de classificação do Brasileirão. Os torcedores protestaram bastante após a derrota, e chegaram a fazer algumas ameaças.

O Corinthians irá cair?

O Corinthians irá cair?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Após a derrota, o técnico Mano Menezes resolveu comparecer a entrevista coletiva. O treinador desabafou sobre a derrota e comentou sobre o momento da equipe.

Mano revelou os erros que levaram a equipe a sofrer a goleada , e apontou quem é o principal responsável pela derrota.

Treinador assume a culpa

Durante entrevista coletiva, Mano Menezes resolveu blindar o seu elenco. O treinador assumiu a culpa pela derrota, e revelou que o planejamento tático não foi um dos melhores.

Realmente tudo deu errado, não salvamos nada de um jogo como esse. Começamos com a ideia de jogo escolhida pelo treinador, que não se sustentou, não se justificou, teve que ser trocada com 20 minutos do primeiro tempo. Não precisa falar mais nada, treinador está assumindo a parte dele que o que pensou não funcionou“, disse Mano Menezes.

Temos que pedir desculpa mesmo, nunca passei por isso dentro da minha casa. Foi muito doloroso para a gente, mas nunca tivemos em condição de entregar algo melhor no jogo. Quando acontece isso e termina como terminou, a maior responsabilidade é do treinador sem dúvida nenhuma“, continuou.

Seria muito cômodo para mim dizer que não teve entrega. Quando taticamente as coisas não funcionam, parece que não tem entrega. Mas não foi isso. Responsabilidade maior foi minha, sem demagogia, é o que eu penso. Já disse isso a eles (jogadores)“, concluiu o treinador.

O Corinthians retorna a campo na terça-feira para enfrentar o Vasco da Gama, no Rio de Janeiro. A equipe carioca é rival direto do Timão na briga contra o rebaixamento.

O que dizem os Fanáticos?