Opinião

Começo das competições e as expectativas para o restante da temporada são grandes, mas o mercado da bola do Vasco não tem sido tão animador quanto o torcedor esperava.

O clube contratou Adson, João Victor, Robert Rojas, David, Keiller, Galdames, Juan Sforza e Victor Luis, por exemplo e apenas dois nomes para o ataque: David e Adson, que ainda não era o que a torcida realmente gostaria de ver.

Vasco precisa mudar e ir mais agressivo ao mercado da bola?

Vasco precisa mudar e ir mais agressivo ao mercado da bola?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Siga o canal do Somos Fanáticos no WhatsApp

Alguns nomes foram especulados: Bruno Lopes, Pedro Henrique, Cuellar, Du Queiroz… e nada. O Vasco ainda não conseguiu ir ao mercado para contratar peças definitivamente com status de titulares para o setor que mais está desfalcado.

Nesta terça-feira (13) a última notícia é que as conversas do Vasco com Pedro Henrique esfriaram e o Cruzeiro entrou na jogada. E isso causa uma preocupação na torcida. Afinal, até quando a diretoria vai esperar para buscar nomes que realmente farão a diferença do meio para frente?

Vasco precisa ser eficiente no mercado

É claro que a temporada ainda está no começo, mas em experiências já vividas pelo clube mostram que o planejamento tem que existir, e claro, ser cumprido. O fato de que não deu certo com Breno Lopes, Du Queiroz e Pedro Henrique, por exemplo, não significa que a diretoria tem que estacionar e não ir atrás de outros nomes.

A comissão técnica já deixou claro que há a necessidade de trazer reforços e o diretor de futebol, Alexandre Mattos também externou sua vontade de ser mais agressivo no mercado e não escondeu o incômodo com a demora no processo interno das contratações feitas. E é onde Josh Wander entra. A 777 tem que entender que esperar não será a solução e que muitas vezes tem que se arriscar no mercado da bola.

A torcida do Vasco por si só já tem sido impaciente. A diretoria deixou claro que precisa ter calma, mas o Vasco tem sido um tanto quanto ‘calmo’ na busca por peças fundamentais no mercado da bola que poderão fazer a diferença.

O fato é que precisa haver uma “força” a mais na busca de contratações. O mercado não espera. Os rivais não esperam. E o Vasco também não precisa esperar. Cada equipe quer o melhor para si e busca fazer uma temporada tranquila e diante de tudo o que já passou, assim deve ser o ano do Vasco.

O que os fanáticos estão dizendo?