Flamengo pode se tornar SAF e ter Bayern de Munique como exemplo

O Flamengo pode ser mais um clube brasileiro a adotar o estilo SAF, modelo que alguns grandes clubes têm optado por seguir, como Vasco, Cruzeiro, Botafogo, Bragantino e outros.

Para entender melhor sobre a possibilidade do Flamengo em se tornar SAF, o UOL Esporte entrou em contato com o presidente do clube, Landim, e o mesmo abriu o jogo em entrevista.

Landim é o maior presidente da história do Flamengo?

Landim é o maior presidente da história do Flamengo?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Landim dá a entender que o novo projeto do Flamengo pode se assemelhar ao modelo do Bayern de Munique, com a criação de uma empresa e a venda de parte do clube para um sócio estratégico.

De acordo com o presidente do Flamengo, a SAF é a melhor maneira para o clube conseguir fazer seu grande sonho, que é construir um estádio, uma vez que permite ao clube ficar com as receitas dos jogos sem ter que dividi-las com sócios.

R$ 3 bilhões por 30% do Flamengo

Em busca do tão sonhado estádio, o Flamengo pode fechar, em 2024, o que seria o maior acordo da história do futebol sul-americano: R$ 3 bilhões por 30% do clube carioca, segundo informações do ‘Fla web’.

Já há empresas do Brasil e também da Europa interessadas em fazer parte do Flamengo do futuro e investir no clube para tornar realidade todos os projetos que Landim sonha em implementar.

Landim, no entanto, destaca que, antes de tudo, o Flamengo precisa encontrar um terreno para que a ideia seja efetuada. Sobre isso, ele abre o jogo.

“Estamos correndo atrás de conseguir nosso terreno (o terreno do Gasômetro, em negociação com a Caixa Econômica Federal). Se conseguirmos nosso terreno, vamos estruturar o projeto. Levantaremos a quantidade de recursos necessários e apresentaremos ao Conselho Deliberativo esse modelo de captação de recursos para construir o estádio..“, disse, ao UOL Esporte.

O que dizem os Fanáticos