Mundial de clubes

Na mais recente adição à história tumultuada de Romário e Edmundo, revelações explosivas surgiram durante um documentário disponível no Globoplay, sobre Eurico Miranda, ex-presidente icônico do Vasco da Gama.

Romário, que atualmente comanda o América-RJ, não economizou críticas ao relembrar sua parceria com Edmundo, especialmente focando na derrota na decisão do Mundial de Clubes da FIFA de 2000, no Maracanã.

O Vasco merecia ter vencido o mundial de 2000?

O Vasco merecia ter vencido o mundial de 2000?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Edmundo, que foi contratado em 1999 após uma breve passagem pela Fiorentina, foi surpreendido com a chegada de Romário, após o craque deixar o Flamengo, e fechar com o Vasco para a disputa do campeonato mundial.

Na épica final, onde o Vasco empatou em 0 a 0 com o Corinthians após uma vitória por 3 a 1 contra o Manchester United, a cobrança de pênalti decisiva de Edmundo se tornou o ponto de tensão. Romário não hesitou em responsabilizar o ex-companheiro pela derrota.

“Ele que tem que segurar essa p***, a gente fez o nosso. Ele que era o queridinho, se f****. O cara tem que ser brabo na hora que precisa. Esse c****, quando precisou dele, bateu o pênalti pra fora. O Vasco perdeu o Mundial por causa dele, é o culpado maior”, disparou.

Perdeu a braçadeira de capitão

Após o ocorrido, Edmundo perdeu a braçadeira de capitão e a responsabilidade de batedor de pênaltis para Romário. A decisão, comunicada no vestiário antes de um jogo contra o Palmeiras, levou Edmundo a retornar ao Rio de Janeiro.

Ironizando a mudança nos batedores de pênaltis em um jogo contra o Bangu, Edmundo atribuiu a decisão a “O homem”, referindo-se a Eurico Miranda.

“Quem manda é o homem lá, mas só eu que estava treinando os pênaltis. Mas quem manda é o homem. Se o homem quer que bata o príncipe, eu não tenho culpa”, disparou Edmundo, que complementou ao ser questionado sobre quem era ‘o homem’: “O Eurico”.

Essas revelações ressurgiram como pontos cruciais na já tensa relação entre Romário e Edmundo nos tempos de Vasco da Gama.

O que os Fanáticos estão falando?