Neste sábado, a equipe do Boca Juniors enfrentou o Fluminense pela final da Copa Libertadores. A equipe argentina acabou sendo superada pelo Fluminense, e viu o rival brasileiro vencer a competição pela primeira vez em sua história.

A derrota marcou o sexto vice do gigante argentino que já disputou 12 finais da competição. O clube não chegava tão longe na competição desde 2018, quando foi derrotado pelo River Plate, seu maior rival.

O Boca merecia ser campeão

O Boca merecia ser campeão

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Após a partida, os jogadores da equipe argentina demonstraram grande insatisfação. Nenhum dos jogadores da equipe xeneize quiseram dar entrevista, com uma exceção do goleiro Romero.

Em coletiva, o técnico Jorge Almirón elogiou bastante a equipe de Fernando Diniz. Além de eleger o tricolor das laranjeiras como uma grande equipe, o argentino também criticou a postura da sua equipe no primeiro tempo regulamentar.

“Um grande time”

Eu diria que em muitos momentos do jogo estivemos melhores do que nosso rival. Mas é um rival que jogou muito bem, utilizam muito bem o goleiro e tiveram mérito. Não vejo por que não reconhecer que é um grande time“, disse Almirón.

(Photo by Ricardo Moreira/Getty Images)

(Photo by Ricardo Moreira/Getty Images)

O treinador analisou a partida da equipe, e criticou o primeiro tempo feito por parte dos argentinos.

(Photo by Ricardo Moreira/Getty Images)

(Photo by Ricardo Moreira/Getty Images)

No primeiro tempo, não fomos nós mesmos. Eles jogaram do mesmo modo que jogam sempre. É um rival realmente forte. Trabalhamos para não deixar espaços como fizemos contra o Palmeiras. Eles juntaram os dois pontas pelo lado direito. No segundo tempo já nos soltamos e jogamos muito bem. Empatamos e foram nossos melhores momentos. Parecia que iríamos conseguir ganhar.”, apontou o técnico argentino.

Após a derrota, o Boca Juniors terá que se concentrar no Campeonato Argentino. O clube não vive boa fase na competição, e enfrentará agora a equipe do San Lorenzo, no dia 8 de novembro.