Grêmio perde com reservas na altitude

O Grêmio iniciou com derrota sua campanha na Copa Libertadores da América de 2024. Na noite da última terça-feira (2), o Tricolor foi derrotado por 2 a 0 pelo The Strongest, em La Paz.

Para o duelo no Estádio Hernando Siles, com uma altitude de 3.650 metros na Bolívia, o técnico Renato Portaluppi optou por rodar jogadores do elenco gremista.

Você concorda com o planejamento do Grêmio?

Você concorda com o planejamento do Grêmio?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Os escolhidos para viajar até o país vizinho e atuar diante do The Strongest foram reservas pouco utilizados e, também, jovens promessas da base, que buscam seu espaço entre os profissionais.

Já os principais jogadores do elenco permaneceram em Porto Alegre, ganhando tempo para descansar e se preparar visando o segundo jogo da final do Campeonato Gaúcho.

Renato defende planejamento e “ataca” críticos

Logo após a derrota na altitude, o técnico Renato Portaluppi concedeu entrevista coletiva e justificou sua escolha por priorizar a disputa do Estadual.

No primeiro jogo da decisão contra o Juventude, no último final de semana, o placar ficou no 0 a 0. O segundo duelo será no sábado (6), na Arena, em Porto Alegre, e uma vitória simples garante o hepta para o Grêmio.

Quanto a altitude, é difícil. Eles nos venceram por 2 a 0 em falhas nossas. Sabíamos das dificuldades. É muito difícil. Quanto a trazer jogadores, sou pago para pensar. Tenho uma decisão e na Libertadores tenho mais cinco jogos“, disse Renato.

Se eu machuco um titular, como fico? Sou pago para pensar, faria tudo de novo. Deixei lá a equipe descansando, daqui três, quatro dias temos a decisão de um título. Se hoje tivéssemos saído com empate ou vitória, estaria todo mundo batendo palma“, acrescentou o técnico.

O que dizem os fanáticos