O centroavante de 28 anos, Miguel Borja, ganhou destaque no cenário do futebol latino após uma excelente Copa Libertadores na temporada de 2016, pelo Atlético Nacional terminou como campeão e artilheiro da competição de clubes mais importante da América do Sul, Borja terminou o ano com 39 gols em 52 partidas, distribuídos entre Atlético Nacional e Cortuluá,

As atuações renderam a Borja olhares de diversas equipes do futebol brasileiro, e foi o Palmeiras quem conseguiu fechar negócio com o colombiano, entretanto, no 'verdão' o jogador não teve o mesmo sucesso que teve pelo Atlético Nacional e não caiu nas graças da torcida, sendo bastante criticado por torcedores e imprensa.

Deste modo acabou emprestado ao Junior Barranquilla, por 2 temporada, onde recuperou em partes o seu bom futebol e acabou retornando ao Palmeiras após a Copa América, contudo, parece que o atleta pode já estar de saída, tendo em vista que o Grêmio tem interesse em seu futebol, segundo a ESPN Brasil.

Grêmio quer Borja por empréstimo mas Palmeiras coloca condições para fecha negócio

De acordo com a ESPN Brasil, o Grêmio é o mais novo interessado na contratação de Miguel Borja, que recentemente retornou de empréstimo, contudo para emprésta-lo novamente, o clube paulista colocou as seguintes condições:

  1. A negociação por empréstimo tem de envolver dinheiro, ou seja o Grêmio terá de desembolsar algum valor para contar com Borja por empréstimo.
  2. O Grêmio tem que liberar o atleta imediatamente caso o Palmeiras receba uma oferta do exterior pelo colombiano.
  3. O empresário de Borja tem que aceitar renovar o contrato do atacante com o Palmeiras pelo período do empréstimo ao Grêmio.

A fonte também revela que tanto Borja, seu empresário e o tricolor gaúcho já foram avisados a respeito das condições do contrato de empréstimo e caso todas as partes entrem em consenso, a negociação será concluída.