Inter acumula tropeços em casa

O Inter voltou a decepcionar os seus torcedores no Estádio Beira-Rio. Depois da derrota pelo placar de 4 a 3 para o Coritiba, atual 19º colocado do Brasileirão, o Colorado recebeu o América-MG, lanterna da competição.

No confronto, válido pela 31ª rodada e disputado na noite da última quarta-feira (1), o Inter largou em vantagem. Ainda no primeiro tempo, Enner Valencia aproveitou cruzamento de Nico Hernández para balançar as redes de cabeça.

Qual o responsável pelos resultados ruins do Inter?

Qual o responsável pelos resultados ruins do Inter?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Com a vantagem mínima no placar, o Colorado correu muitos riscos no segundo tempo e acabou pagando o preço. Próximo aos 30 minutos, Marlon acertou belo chute de fora da área e deixou tudo igual para o América-MG.

Diante do empate e de somente um ponto somado contra os dois piores times do Brasileirão, o Inter ‘estacionou’ na tabela. O Colorado é apenas o 13º colocado com 39 pontos, 11 a menos do que o Flamengo, que fecha o G-6.

Coudet e Alan Patrick divergem em entrevistas

Ao longo do segundo tempo do jogo com o América-MG, uma substituição gerou polêmica. Aos 35′, o técnico argentino Eduardo Coudet optou por tirar o meia Alan Patrick, uma das referências técnicas do time, para colocar mais centroavantes em campo.

Durante entrevista coletiva, o comandante justificou a decisão. “Saquei o Alan Patrick porque estava esgotado. Ontem ele nem treinou bola parada. Não jogamos bem. Sinto que poderíamos ter matado no primeiro tempo e não fizemos isso”, disse Coudet.

Pouco tempo depois, o próprio camisa 10 atendeu à imprensa e deu uma outra versão sobre o tema. “Foi uma decisão do Coudet. Não pedi para sair. O treinador toma as suas decisões e talvez ele tenha entendido que, naquele momento da partida, precisava arriscar“, disse.

Colocou o Lucca e o Luiz para tentar o gol, talvez numa ligação mais direta na área. Na cabeça dele pode ter sido isso. Mas eu vejo como normal. O treinador decide e a gente respeita. Eu estava me sentindo normal, como todos os jogos. Nada pontual. Foi uma decisão dele mesmo“, acrescentou Alan Patrick.

O que os fanáticos estão falando