Grande decisão

Boca Juniors e Fluminense se enfrentam neste sábado (4), às 17h (de Brasília), no Maracanã, pela grande final da Copa Libertadores 2023. Porém, um fator preocupou as entidades e clubes: brigas entre os torcedores antes mesmo de a bola começar a rolar.

Após a Conmebol convocar dirigentes da CBF, AFA, do Boca Juniors e Fluminense para uma reunião com objetivo de evitar que a violência que aconteceu na praia de Copacabana tome maiores proporções, a final do torneio será mantida com público, como o presidente da CBF, Enaldo Rodrigues afirmou.

Quem será o campeão da Libertadores 2023?

Quem será o campeão da Libertadores 2023?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Siga o canal do Somos Fanáticos no WhatsApp

O presidente da CBF veio à público para elucidar as dúvidas e se manifestou pedindo ajuda aos torcedores para evitar as confusões. Caso não haja consenso e paz entre as torcidas, existe a possibilidade de que a decisão aconteça com portões fechados.

“(A presença de público) Vai depender dos torcedores. A partir de agora, os torcedores tem que se unir em torno do paz porque a segurança está acima de tudo. Se por acaso não tiver essa paz, é lógico que pode ter a possibilidade de ser sem público (…) Vai ser com público, às 17h e esperamos que essa paz solicitada possa reinar antes, durante e depois da partida para que não possa trazer nenhum tipo de consequência para que possam pensar de outra forma.“.

Ednaldo reforçou sobre a paz nos estádios

“Foi uma reunião para pregar paz. Futebol é alegria. Aqueles que estão sem esse propósito é melhor não ir para o jogo. Assista pela TV. Vamos com os espíritos desarmados de qualquer tipo de violência e que possa conviver bem as duas torcidas. Tanto o presidente do Fluminense quanto do Boca Juniors, quanto da AFA e da Conmebol, pregam paz. A CBF também quer paz nos estádios“, disse o presidente.

Segundo o Globo Esporte, o Fluminense entende que os problemas de segurança pública não são da responsabilidade do clube e que já haviam informado à Conmebol sobre justamente sobre o risco de confusão há pelo menos dez dias.

Pela parte do Boca Juniors, dirigentes estão insatisfeitos com a segurança de seus torcedores no Rio de Janeiro e o comportamento da polícia local com eles, ainda segundo o portal.

O elenco tanto de Boca Juniors tanto de Fluminense estarão nesta tarde no Maracanã para reconhecimento do gramado antes da decisão. Haverá também uma entrevista coletiva de ambos os treinadores e capitães das equipes.

O que os fanáticos estão falando