Mercado da bola

Mais uma equipe do futebol europeu se tornou o mais recente alvo na mira da Arábia Saudita, conforme foi divulgado pelo jornal “La Repubblica”.

Representantes da Roma se reuniram com autoridades sauditas, incluindo o Fundo de Investimento Público (PIF) e o investidor privado Turki Al-Sheikh, para discutir uma possível aquisição.

A Roma deveria ser vendida?

A Roma deveria ser vendida?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Durante a reunião, foram discutidos valores significativos, incluindo uma oferta de 900 milhões de euros pela Roma, além de um investimento adicional de 1,6 bilhão de euros para a construção de um novo estádio.

O Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita tem sido ativo no cenário do futebol, especialmente visando a Copa do Mundo de 2034, da qual o país será o anfitrião.

Investimentos de peso

Investimentos maciços foram feitos nos principais clubes sauditas, como Al-Hilal, Al-Nassr, Al-Ittihad e Al-Ahli, além de atrações de renome internacional como Cristiano Ronaldo, Neymar, Kanté, Benzema e Roberto Firmino.

Por outro lado, Turki Al-Sheikh, conselheiro saudita na Corte Real e presidente da Autoridade de Entretenimento do país, possui recursos próprios e está envolvido em iniciativas esportivas. Ele se tornou dono do Almería em 2019, substituindo Alfonso García Gabarrón.

A possível aquisição da Roma e o investimento em um estádio próprio marcam uma nova fase na estratégia de expansão e visibilidade da Arábia Saudita no cenário do futebol europeu, sinalizando mudanças significativas no futuro do clube italiano.

Resta aguardar para saber como será o desfecho dessas negociações, com os investidores da Arábia Saudita cada vez mais interessados e ganhar espaço no esporte.

O que os Fanáticos estão falando?